fbpx

Insuficiência de Ferro e Anemia durante a Gravidez

Maio 26, 2020
ferro anemia gravidez

A anemia tem origem em diversos fatores, desde a genética, deficiência na absorção de nutrientes e outras condições que levam à perda de ferro ou a necessidade aumentada de absorção, como infeções crónicas, doença inflamatória intestinal, insuficiência cardíaca crónica, doença renal crónica, neoplasia ou doenças autoimunes.

Na anemia, uma vez que o sangue não transporta a mesma quantidade de oxigénio, existem inicialmente sintomas menos graves como fadiga, fraqueza, tonturas e palidez. Em situações mais graves, a pulsação torna-se mais fraca ou forte e podem ocorrer desmaios ou uma redução da pressão arterial.

ferro anemia gravidez

Na gravidez, ocorre hemodiluição e diminuição da hemoglobina e hematócrito, o que leva a um aumento progressivo das necessidades de ferro. A gestante necessita assim de uma quantidade duas vezes maior de ferro do que a habitual para compensar estas perdas naturais. Torna-se comum o surgimento de uma deficiência de ferro. A anemia ferropénica é a causa mais frequente de anemia gestacional.

O défice de ferro tanto pode estar num estado de ausência de ferro, mas com hemoglobina normal, até à anemia ferropénica. Neste caso, existe um risco associado de transfusão periparto, pré-eclâmpsia, descolamento prematuro da placenta ou até falência cardíaca. Uma vez que é possível que o feto não esteja a receber oxigénio suficiente, fundamental para um crescimento e desenvolvimento normal, a anemia ferropénica está associada a partos pré-termo ou restrição do crescimento fetal.

A hemorragia que decorre do trabalho de parto também pode piorar drasticamente a saúde das mulheres grávidas com anemia, que ficam mais propensas a infeções no período do pós-parto.

Estima-se que em Portugal exista uma prevalência de anemia em cerca de 54% das mulheres grávidas, sendo que as autoridades de saúde recomendam o rastreio de anemia na gravidez através do hemograma e da determinação da ferritina sérica.

anemia ferro gravidez

O tratamento passa, na maior parte das vezes, pelo reforço com suplementação na gravidez e pós-parto de ferro e outros nutrientes, estando dependente das causas da insuficiência de ferro. Deste modo, é fundamental que a grávida, para além da alimentação equilibrada e variada, cumpra a suplementação com ferro.

FerCare Forte

FerCare Forte é a solução mais atual e inovadora na suplementação de ferro para a gravidez. O ferro presente em FerCare Forte está na forma de bisglicinato ferroso em adição à proteína lactoferrina. A lactoferrina dispõe de uma capacidade única de se ligar ao ferro livre no intestino, transportando-o para que possa ser devidamente absorvido. Isto elimina o ferro livre que causa irritação intestinal, possibilitando uma boa absorção de ferro pelo organismo, sem provocar obstipação, desconforto ou dor gastrointestinal. Indicado na anemia gestacional, pós-parto ou na carência de ferro.